terça-feira, 15 de março de 2016

PARA NUNCA ESQUECERMOS

Resposta publicada na página: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/lula-ministro-ex-presidente-e-dilma-debocham-do-povo-e-das-instituicoes-ele-quer-nos-enterrar-por-varias-geracoes/

Luis Alves
Parece que, infelizmente, os populistas querem pagar para ver a reação. O Brasil, como você sempre diz, não está dividido, Do lado da honra e da justiça há uma enorme maioria de brasileiros. Do outro lado há uma minoria que parece esquizofrênica, que se agarra ao poder. Seu líder, qual Hitler no bunker de Berlim, espera por suas divisões Panzer, que nunca virão.
Esquecem-se, mas descendemos de gerações que construíram, na luta diária e nas guerras, a nacionalidade brasileira (e a história ocidental e cristã, nesse lado do Mundo).
Somos descendentes de vencedores, não de derrotados. No nosso patrimônio genético está insculpida a semente
da luta pela sobrevivência. Não somos, os brasileiros, diferentes dos outros povos. Para o bem e para o mal.
Cobras cuspiram veneno para cima. Acordaram nossos demônios, de há muito adormecidos, mas presentes.
O Povo Brasileiro é herdeiro da Família Real Portuguesa e por consequência da Família Real Brasileira. Somos um povo nobre mesmo que mestiço em enorme maioria. Não somos bastardos dos senhores das fazendas que de assalto tomaram a nossa Monarquia Cristã para implantar a beastilidade da Revolução Franco-Banânia dos maçons escravocratas sem escrúpulos: os coronéis do cão! 

por Cristiano Arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário